Aconteceu em RI: 2ª semana de julho

Perdeu o que aconteceu nesta última semana? Aqui vão alguns destaques que ocorreram no mundo 🙂

Etiópia e Eritreia põem fim a anos de conflito

Depois de anos com suas relações diplomáticas cortadas, Etiópia e Eritreia assinaram na segunda (09) um acordo que colocou fim ao estado de guerra entre eles. Os dois países travaram uma guerra de 1998 até 2000 por causa de uma disputa de fronteira e desde esta época mantinham seus laços diplomáticos cortados.

ethipia
Fonte: Al Jazeera

A mudança veio principalmente com a chegada do novo-primeiro ministro etíope Abiy Ahmed em abril deste ano que anunciou a implementação de várias reformas no país como a soltura de jornalistas, desbloqueio de sites antes censurados, uma maior abertura de sua economia e até a aceitação completa do acordo de paz feito em 2000 com a Eritreia, mas que na prática nunca tinha sido realmente aceito.

O recente acordo firmado entre as partes nesta semana determinou que além da paz e da volta das relações amigáveis, os dois países também irão procurar estabelecer laços mais profundos de cooperação nas áreas política, econômica, social, cultural e de segurança.

Pilares do Brexit abandonam governo de Theresa May

Nesta semana, duas figuras proeminentes do movimento de saída do Reino Unido da União Europeia (UE) ou Brexit anunciaram sua retirada do governo da primeira-ministra Theresa May. O primeiro foi o ministro que estava especificamente tratando dos detalhes do Brexit, David Davis, no domingo (08).

 

 

Na segunda (09) foi a vez de Boris Johnson, até então ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, declarar sua renúncia ao cargo. Ambos saíram devido a suas posições contrárias com relação ao modo que May vem levando as negociações do Brexit como, por exemplo, ao buscar manter uma zona de livre comércio entre o Reino Unido e a UE, o que era criticado por ambos.

 

Extradição de Puigdemont para a Espanha

A justiça da Alemanha autorizou a extradição para a Espanha do ex-presidente da Catalunha Carles Puigdemont, um dos maiores articuladores da campanha de independência catalã.

puigdemont
Fonte: CNN

Depois da realização do referendo em outubro do ano passado e a ação do governo espanhol contra o resultado do referendo que, entre outras medidas, dissolveu o Parlamento na época, Puigdemont se exilou na Bélgica.

Em março deste ano Puigdemont acabou sendo preso na Alemanha perto da fronteira com a Dinamarca quando voltava da Finlândia, onde realizou algumas palestras. A detenção ocorreu devido à uma ordem de prisão europeia emitida contra ele pela Espanha. Puigdemont ficou detido alguns dias, mas foi solto e aguardava o resultado deste julgamento em liberdade.

 

Cúpula da OTAN

Entre os dias 11/07 e 12/07 foi realizada a Cúpula da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) em Bruxelas, onde dentre os vários temas tratados, a principal discussão colocada por Donald Trump se referia aos gastos que cada aliado destinava à organização.

De acordo com os termos acordados em 2006, espera-se que os países aliados reservem um mínimo de 2% do seu PIB para a OTAN. As contribuições que hoje em dia estão dentro deste patamar são somente de alguns aliados como EUA, Reino Unido, Grécia, Estônia e Letônia.

Nato-1024
Fonte: Business Recorder

Depois de dois dias de reunião com um clima tenso e com rumores não confirmados que os EUA se retirariam da OTAN caso outros aliados não se comprometessem mais em suas contribuições, a cúpula chegou ao fim com os países reafirmando o compromisso de chegarem ao nível de 2% do PIB até 2024.

Segundo o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, o resultado da cúpula foi positivo. Trump, por sua vez, se declarou vitorioso ao relatar que os aliados concordaram em aumentar mais rapidamente e em maior grau os seus investimentos para com a OTAN. Porém, outras delegações como Alemanha e França não confirmaram tal afirmação.

Trump no Reino Unido

Além da cúpula na OTAN, Trump ainda foi ao Reino Unido para uma visita de dois dias. A ida do presidente dos EUA foi muito criticada sendo que vários protestos foram registrados em mais de uma cidade do país, especialmente na capital Londres.

 

 

Durante sua visita, Trump esteve envolvido em alguns momentos polêmicos. Primeiro, em sua declaração a um jornal britânico, no qual criticou o modo como a primeira-ministra Theresa May conduz as negociações do Brexit de “forma leve”, dizendo que isto poderia prejudicar as relações comerciais com os EUA se ela tentasse estabelecer uma zona de livre comércio com a UE.

Além disso, também elogiou a postura de Boris Johnson sobre a questão do Brexit, ainda que este tenha deixado o governo há apenas alguns dias. Apesar disto, May afirmou, após reunião com Trump, que seus países buscarão estabelecer um acordo comercial depois do Brexit.

O segundo momento foi quando Trump criticou o prefeito de Londres, Sadiq Khan, de estar fazendo um péssimo trabalho nas ações contra o terrorismo. No final de sua visita, Trump ainda visitou a rainha Elizabeth II no palácio de Windsor.

China firma acordos com a Liga Árabe

china
Fonte: Siasat

Nesta semana a China também assinou três documentos com os membros da Liga Árabe no 8º Fórum de Cooperação China-Estados Árabes (CASCF). Um deles, a declaração de Pequim, estabelece os projetos de cooperação entre estes países que serão aprofundados nas mais diversas áreas como energético, comercial, cultural e industrial.

O segundo documento determinou a organização dos demais encontros da CASCF deste ano até 2020, estreitando assim os laços entre estes países. Por fim, o terceiro documento detalha um plano prático para a implementação da Nova Rota da Seda, projeto chinês que procura recriar as famosas rotas comerciais que ligavam o Oriente e o Ocidente na Antiguidade e se caracterizavam como o principal canal comercial da época.

Primeiro-ministro do Haiti renuncia

O primeiro-ministro do Haiti, Jack Guy Lafontant, anunciou sua renúncia no sábado (14) depois de uma onda de protestos no país contra o fim dos subsídios ao combustível proposto pelo governo. Tal medida implicaria em um aumento de 38% na gasolina, 47% no diesel e 51% no querosene.

Haiti's prime minister Jack Guy Lafontant gives a speech during his presentation at the National Palace in Port-au-Prince, Haiti
Fonte: The Indian Express

O fim dos subsídios fazia parte de acordo firmado entre o FMI (Fundo Monetário Internacional) e o governo do Haiti em fevereiro deste ano com o objetivo de implementar reformas estruturais no país. Por causa dos protestos, o governo haitiano decidiu suspender temporariamente a aplicação destas reformas.

Fontes:

https://www.aljazeera.com/news/2018/07/ethiopia-eritrea-sign-declaration-peace-friendship-180709101214478.html

http://www.africanews.com/2018/07/10/ethiopia-eritrea-peace-deal-boost-for-regional-peace-au-eu/

https://g1.globo.com/mundo/noticia/boris-johnson-renuncia-ao-cargo-de-secretario-britanico-de-relacoes-exteriores.ghtml

https://www.dw.com/pt-br/justi%C3%A7a-alem%C3%A3-autoriza-extradi%C3%A7%C3%A3o-de-puigdemont-%C3%A0-espanha/a-44644921

https://gauchazh.clicrbs.com.br/mundo/noticia/2018/03/entenda-por-que-o-ex-presidente-da-catalunha-foi-preso-na-alemanha-cjf75x4mz002h01nsdwwoz0s0.html

https://oglobo.globo.com/mundo/entenda-que-esta-em-jogo-na-cupula-da-otan-22873792

https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2018/07/boatos-de-que-trump-ameacou-abandonar-a-otan-aumentam-tensao-na-europa.shtml

https://exame.abril.com.br/economia/otan-afirma-sair-fortalecida-de-cupula-apos-abordar-diferencas-com-trump/

http://agenciabrasil.ebc.com.br/internacional/noticia/2018-07/may-diz-que-buscara-acordo-ambicioso-com-trump-apos-o-brexit

https://jconline.ne10.uol.com.br/canal/mundo/internacional/noticia/2018/07/12/macron-nega-mudancas-sobre-gastos-na-otan-e-contradiz-trump-346780.php

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-44819296

https://br.sputniknews.com/asia_oceania/2018071011686368-china-liga-arabe-cascf-nova-rota-da-seda/

https://www.bbc.com/news/world-latin-america-44836472

Anúncios

Deixe uma resposta