RI na Memória: Uma tentativa de paz entre Israel e Palestina

#tbt de RI: 13 de setembro de 1993

Acordos de Oslo são assinados

No dia 13/09/1993, o primeiro-ministro de Israel, Yitzhak Rabin, o líder da Organização para Libertação Palestina (OLP), Yasser Arafat, e o presidente dos EUA, Bill Clinton, assinaram em Washington D.C. o que ficou conhecido como os Acordos de Oslo, uma série de negociações que tinham como principal objetivo alcançar uma solução para a questão territorial entre Israel e Palestina.

oslo
Fonte: Café História

Inicialmente negociado em segredo na Noruega (daí vem os nomes dos acordos, referindo-se à capital norueguesa), o documento assinado em Washington D.C. previa, entre outros fatores, que tanto a OLP quanto Israel se reconheceriam mutuamente. Além disso, seriam devolvidos aos palestinos a maior parte dos territórios ocupados após a Guerra dos Seis Dias e os palestinos teriam uma administração própria, sendo ela a atual Autoridade Nacional Palestina (ANP). Desta forma, os Acordos de Oslo procuravam alcançar o que é conhecido como two-state solution, isto é, que tanto Israel quanto Palestina existiriam como Estados soberanos.

Apesar de toda comoção por causa da assinatura dos Acordos, pouco do que foi negociado de fato entrou em prática. Além do mais, desdobramentos subsequentes como o assassinato de Rabin em 1995 por um extremista de Israel que se opunha aos acordos bem como as repetidas ondas de violência entre ambos fez com que o objetivo dos Acordos ficasse cada vez mais difícil de ser alcançado. Hoje em dia, as negociações entre os dois estão congeladas e a atual postura do governo dos EUA (que anteriormente serviu como mediador) faz com que as perspectivas de um acordo de paz entre ambos seja muito improvável de ocorrer em um futuro próximo.

 

Fonte:

https://www.dw.com/pt-br/1993-rabin-e-arafat-assinam-acordos-de-oslo/a-630367

 

Anúncios

Deixe uma resposta