RI na Memória: Uma mulher no Itamaraty pela primeira vez

#tbt de RI: 27 de setembro de 1918

Uma mulher no Itamaraty pela primeira vez

No dia 27 de setembro, há 100 anos atrás, a baiana Maria José de Castro Rebello Mendes foi empossada pelo Ministério das Relações Exteriores na então capital do Brasil, Rio de Janeiro, e se tornou a primeira mulher diplomata do país, conquistando o primeiro lugar naquele ano.

MARIA JOSE DE CASTRO RABELO
Fonte: A musa sem máscara

Contudo, sua candidatura não foi fácil, visto que sua inscrição para o concurso tinha sido contestada. Até então, o trabalho de diplomata era desempenhado apenas por homens e o caso de Maria José fez com que a sociedade se dividisse entre criticá-la e apoiá-la, o que gerou uma grande polêmica na época.

Maria José só conseguiu finalmente ter sua candidatura aprovada devido ao auxílio do jurista e também diplomata Ruy Barbosa (famoso por ter sido Ministro da Fazenda do regime republicano em 1889, além de defensor do federalismo, abolicionismo e dos direitos individuais). Em sua defesa, Barbosa afirmou que não havia nenhuma restrição na legislação que impedisse Maria José de concorrer ao cargo de diplomata. Devido a pressão em torno do caso, o então Ministro das Relações Exteriores, Nilo Peçanha, aceitou sua candidatura.

Maria José foi empossada em 1918 e exerceu suas funções até 1934 quando se aposentou do serviço público.

Fontes:

http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2018-09/ha-100-anos-primeira-mulher-diplomata-do-pais-tomava-posse

http://obarao.damasio.com.br/baronesa-do-mes-maria-jose-de-castro-rebello-mendes/

 

Anúncios

Deixe uma resposta