Aconteceu em RI: 2ª semana de novembro

Aconteceu em RI: 2ª semana de novembro

Trégua entre Israel e Hamas na Faixa de Gaza depois de confrontos

As forças israelenses e do Hamas concordaram na terça (13) a estabelecer um cessar-fogo na região da Faixa de Gaza após a escalada da violência entre ambos nos últimos dias ter resultado em 8 mortos e 70 feridos. Os bombardeios israelenses e o lançamento de mísseis palestinos aumentaram a violência e a tensão na região até os níveis registrados em 2014 quando uma guerra de 50 dias gerou um saldo de 2000 mortos.

Los Angeles Times
Fonte: Los Angeles Times

Desde março percebe-se um crescente aumento na tensão entre ambos desde que protestos foram realizados em Gaza devido às restrições impostas aos palestinos e que na época resultou em mais de 200 palestinos mortos. ONU e Egito vinham intermediando um diálogo entre as partes que acabaram por estabelecer o cessar-fogo essa semana.

Porém, nem todos concordaram com a ação como o então Ministro da Defesa israelense, Avigdor Lieberman, que renunciou ao cargo na quarta (14) por discordar da medida tomada pelo governo de Netanyahu, acreditando ser um erro aceitar o cessar-fogo.

Suprema Corte do Sri Lanka anula decisão presidencial

Em continuidade à recente crise política que se observa no Sri Lanka, a Suprema Corte do país decidiu por anular a decisão do presidente Maithripala Sirisena de dissolver o parlamento assim como ordenou a suspensão dos preparativos que estavam sendo planejados para eleições antecipadas.

The Hindu
Fonte: The Hindu

A atual reviravolta de eventos se dá em meio a um cenário em que Sirisena, além de dissolver o parlamento, também destituiu o então primeiro-ministro Ranil Wickremesinghe e nomeou em seu lugar Mahinda Rajapaksa. É afirmado que este último mantém fortes laços com a China, algo que preocupa também a Índia que vê o Sri Lanka dentro da sua zona de influência.

Tanto Wickremesinghe quanto Rajapaksa defendem o seu direito de exercer a função de primeiro-ministro e contam com seus apoiadores, já sendo inclusive registrado casos de violência entre estes grupos contrários.

União Europeia e Reino Unido chegam a acordo sobre o Brexit

Na terça (13), depois de meses de negociação, representantes da União Europeia e do Reino Unido chegaram a um acordo sobre o texto rascunho a tratar da saída do Reino Unido do bloco – o chamado Brexit.

MPR news
Fonte: MPR News

Dentre os pontos mais debatidos e polêmicos estavam a fronteira entre Irlanda do Norte (pertencente ao Reino Unido) e a Irlanda (ainda membro da UE), assim como a garantia de direitos dos cidadãos europeus que estão no Reino Unido e a quantia a ser paga pelo país à UE pela separação. O rascunho aprovado foi então levado pela primeira-ministra Theresa May para avaliação do Parlamento.

May, que vem sendo constantemente criticada (inclusive por políticos pró-Brexit por adotar uma postura mais branda nas negociações), ainda sofreu outras reviravoltas essa semana visto que o rascunho do texto ainda é desaprovado por diversos representantes da classe política e até mesmo por membros do seu governo que anunciaram a renúncia do cargo por acreditarem que seu conteúdo não representa um Brexit tal qual eles defendem.

Apesar da turbulência frente aos recentes acontecimentos, esta não é a versão final do documento, já que outras questões ainda precisam ser debatidas.

Tribunal Internacional reconhece genocídio do Khmer Vermelho no Camboja

As Câmaras Extraordinárias das Cortes do Camboja, mais conhecido como Tribunal Internacional do Camboja, decidiu nesta semana condenar dois líderes ainda vivos (Khieu Sampan de 87 e Nuon Chea de 92 anos) do Khmer Vermelho (que governou o Camboja de 1975 a 1979) por genocídio e crimes contra a humanidade.

express
Fonte: Express

Durante a época que o regime esteve no poder, cerca de 1,7 milhão de pessoas morreram devido a execuções extra-judiciais, trabalhos forçados, fome e doenças. Entre as vítimas estavam vietnamitas, membros da comunidade mulçumana cham, além de outras minorias e críticos do governo.

O julgamento desta semana foi emblemático pelo fato de que o termo “genocídio” foi finalmente aplicado para o caso, depois de quase 40 anos do fim do regime. Apesar das críticas em torno do tribunal, visto que alguns membros do grupo continuam sem receber nenhuma punição, o feito desta semana também foi celebrado como um avanço na justiça cambojana.

Fontes:

https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2018/11/com-troca-de-foguetes-faixa-de-gaza-tem-maior-escalada-de-violencia-desde-2014.shtml

https://exame.abril.com.br/mundo/mnistro-de-defesa-de-israel-renuncia-apos-de-discordar-da-tregua-em-gaza/

https://www.aljazeera.com/news/2018/11/sri-lanka-supreme-court-overturns-dissolution-parliament-181113125340789.html

https://epocanegocios.globo.com/Mundo/noticia/2018/11/epoca-negocios-reino-unido-entenda-os-proximos-passos-para-o-acordo-do-brexit.html

https://www.bbc.com/news/world-asia-pacific-10684399

https://g1.globo.com/mundo/noticia/2018/11/16/lideres-do-khmer-vermelho-sao-condenados-a-prisao-perpetua-por-genocidio.ghtml

Anúncios

Deixe uma resposta